quarta-feira, 24 de março de 2010

Ausência...

porque a  vida ultimamente tem andado agitada, porque fiz 24 anos, porque a ciência não tem andado a avançar como seria desejável e porque também não prometi escrever aqui todos os dias. Ah, e não tem havido tempo para procrastinar!

Acho que vou ver "The Hangover". Ou então "The Hurt Locker", ainda não decidi.

quarta-feira, 17 de março de 2010

Cultural

Estou a pensar fazer outra visita ao Museu Colecção Berardo, já que a última foi há mais de dois anos. Quero ver se desta vez aprecio as obras com outros olhos ou não.Voluntários?

segunda-feira, 8 de março de 2010

E hoje recebi...

uma flor, que ficou confortavelmente em água bidestilada, num tubinho de ensaio na prateleira da minha bancada :)

quinta-feira, 4 de março de 2010

Blah II

Acordar antes do despertador.

Casa de banho ocupada, tomar pequeno almoço primeiro.

Barco das 9.00 é para esquecer, mais vale esperar e apanhar o das 9.30.

Descer depressa a Calçada.

Atravessar a passadeira à bruta, ignorar a resmunguice do polícia sinaleiro.

Chegar à estação e tentar passar o passe sem abrir a carteira. Não passa. Virar ao contrário. Volta a não passar. Abrir a carteira e perceber que o passe não está lá. Perceber que o passe ficou no bolso do casaco do dia anterior.

Decidir voltar para casa (a subir) e levar o carro, já que 1.35€ é mais barato que 0.85€+1.90€x2.

Olhos no chão para não ter que aturar o polícia sinaleiro outra vez.

Chegar a casa, beber água, pôr o passe na carteira, pegar na chave do carro.

Carro avariado na faixa do meio, trânsito lento e nevoeiro na ponte.

Máquina do café com muita gente.

Chegar ao lab. e ter 5 soluções para preparar. Acertar pH de todas a 7.4. Adicionar demasiado HCl 5M a uma delas e deitar fora. Fazer tudo sem a bata vestida.

Hora de almoço, lavar as mãos. Perceber que a camisola verde tem várias manchinhas lilás. Entrar em pânico e lavar com água ("Será ácido? Porra, devia ter vestido a bata!").

Pousar o tabuleiro de almoço e sujar o casaco no bacalhau com natas.

Sentar a beber café e perceber que as manchinhas da camisola desapareceram após passagem com água. Perceber que há uma coisa parecida com uma gota seca nas calças. Esfregar com a unha. Tecido desfaz-se e aparece um buraco com 0.5 cm de diâmetro ("Porra, isto é que era mesmo ácido na roupa!").

Purificar às cinco da tarde. Usar filtro demasiado pequeno para a solução. Rezar para ter um rendimento decente e dar graças por ter outro pellet celular congelado a -80ºC.

Perceber que há um atraso de duas semanas no caderno ("Batam-me se eu amanhã não actualizar isto!").

Chegar a casa.

Aquecer jantar.

Ver Lost.

segunda-feira, 1 de março de 2010

Music I

Este já cá está. Snow Patrol, aí vou eu, a gritar qual fã histérica hehe.

Já só falta o do Alive10! no dia de Pearl Jam!!!