segunda-feira, 14 de julho de 2014

.corridas

Começou tudo na Corrida da Cidade lá da terra. Inscrevi-me para andar 5km, juntamente com umas amigas. Outros dois amigos foram correr a sério os 10km. Foi um programa divertido, numa tarde divertida e solarenga, que teve direito a reencontrar pessoas que já não via há algum tempo.



Quando as fotos do evento ficaram disponíveis online fui dar uma espreitadela. Fiquei admirada por ver uma série de pessoas da minha geração a correr os 5km. Mas daquelas pessoas que quando andávamos no ciclo "estavam" menstruadas duas vezes por mês só para poder ficar à margem das aulas de Educação Física o mximo que pudessem. Aquelas pessoas que quando se fazia os 5 minutinhos de corrida inicial iam quase a andar. Aquelas pessoas que não queriam tocar numa bola de vólei para não lascar o verniz ou partir as unhas, aquelas que se desviavam quando viam a bola a vir na sua direcção. Essas pessoas, dez ou quinze anos depois estavam a correr.

Foi o chamado abrolhos. Então eu tinha ido a andar numa prova de corrida/caminhada de 5km? Eu, que toda a vida (pelo menos dos 4 aos 18, ininterruptamente) tinha feito desporto? Eu, que cheguei a praticar duas modalidades em simultâneo nos tempos áureos da minha adolescência ia a andar quando as pessoas que faziam tudo para ficar no banco do pavilhão ao 14 anos foram correr? Inadmissível, jamais!

Apesar de frequentar um ginásio fofinho, onde adoro as aulas de Total, Dance, BodyPump e BodyJam (inserir aqui suspiro de adoração pelo BodyJam) - desculpem mas Core é que eu não consigo mesmo adorar -, pensei que tinha de arranjar tempo para começar a correr. A solução foi abandonar a ida ao ginásio à quarta-feira e calçar os ténis da corrida para andar às voltinhas no Estádio Universitário. So far, so good.

O primeiro dia foi tão ridículo que até tive que telefonar ao bf a perguntar onde é que era afinal a entrada do estádio... lá me orientei e pus a app a contar. No primeiro dia fiz uns fantásticos (pelo menos para mim, que só me achei capaz de correr uns 2km no máximo) 4,5km, sem parar. A segunda vez que fui correr foi no dia da final da Champions. O estádio e as ruas estavam quase vazios (pudera!) e consegui correr os 5km sem parar. Depois desse dia dei por mim a pensar quando é que podia ir correr outra vez.


Já lá vão quase dois meses, e tenho tentado manter-me constante e motivada. Mesmo com algumas dores de burro, uma bolha e calor (descobri que não consigo correr com calor). E ainda que pareça cromo e totó, partilhar os treinos automaticamente no Facebook tem ajudado, e quem diz que não gosta dos likes nas publicações não diz a verdade. Eu gosto e acho que me ajuda na motivação. Ainda que vejam que só consigo correr 6 km em 40 minutos, ou que o trajecto da corrida seja sempre o mesmo.



Sem comentários:

Enviar um comentário