quinta-feira, 19 de junho de 2014

5ª feira

A quinta feira é um dos dias em que sou só mais uma daquelas pessoas que sua em bica e que se diverte numa aula de dança.


Morria de vergonha nas primeiras vezes que fui a uma aula de Body Jam. Deixei-me ficar no fundo do estúdio. Toda a gente para a esquerda e eu para a direita... quando conseguia apanhar a coreografia básica dos pés, o ritmo mudava e tornava-se tudo mais rápido e de repente tinha já também braços à mistura.

Ao poucos, e talvez ao fim do primero mês de aulas (o equivalente a umas seis a oito aulas de 60 minutos) já conseguia apanhar a generalidade das coreografias. Quando achei que já estava à vontade, chegou a altura da release internacional do Body Jam 68. Pensei que apanhar uma coreografia no início ia ser mais fácil, que iriam explicar melhor os passos. Enganei-me redondamente.

Não pude ir à primeira aula oficial pós-lançamento, mas fui à segunda, a pensar que ia ser suave. Voltei à estaca zero, movimentos diferentes, novamente todos para um lado e eu para o outro (mas pelo menos havia mais gente como eu, completamente às aranhas).

Nesse dia vim de lá desmotivada e só pensava "f&%#-se, que vergonha, é agora que vou desistir". Mas continuei a aparecer e a ficar no fundo da sala. E fui ver os passos, em câmara lenta, no Youtube. E na aula a seguir já foi melhor, e já domino a coreografia do Body Jam 68. Repito: Já domino a coreografia do Body Jam 68.

O grande problema no meio de tudo isto são os lançamentos internacionais de novas coreografias, e o próximo está já aí. Isto significa que vou ser novamente uma novata quando tentar dançar o Body Jam 69. Vou falhar imenso, e vou dar por mim a ver os vídeos no Youtube uma vez, e outra vez, a clicar no pause e a fazer figuras e a rodopiar no meio da cozinha.

Em (quase) todas as aulas o instrutor pergunta se há alguém pela primeira vez. Normalmente o discurso é sempre o mesmo: é mais que esperado errar os passos e estar descoordenado, mas o importante é a diversão. E em (quase) todas as aulas eu olho para as pessoas novas em questão, sorrio e penso "não vai ser fácil, mas por favor não desistam. The best is yet to come and I just love to DMAO!"


Sem comentários:

Enviar um comentário