terça-feira, 23 de junho de 2015

.corridas #2

Confesso que depois do entusiasmo inicial no Verão do ano passado a coisa esmoreceu um pouco. Entre Outubro e Maio não há registo de corridas, mas não quer dizer que tenha diminuido a actividade cardio. A partir de Outubro comecei a enturmar-me mais no ginásio, a falar com pessoas e a frequentar mais aulas (way to go Lia, um ano depois de lá teres começado finalmente começas a falar com pessoas...). Passei a ir a mais aulas de dança e descobri depois o treino de resistência muscular - as aulas onde eu nunca punha os pés porque fisicamente me custava mais do que sair cansada de uma aula com elevado componente cardio.
No meio de tudo, acabei por ir todos os dias ao ginásio, adicionando depois treino ao sábado de manhã e ocasionalmente ao sábado à tarde, e as corridas ficaram para vigésimo quinto plano. Agora só me lembro de dar uma corridinha quando estou na terra e não cumpro o meu treino regular, que foi o que aconteceu ontem. O GPS do telemóvel não quis colaborar e tive que me seguir (mais ou menos) pelo número de músicas que já me tinha passado pelos ouvidos. Não fiz uma distância brilhante, aguentava mais, mas já estava perto de casa, já passava das 20.30, o meu Asics Gel esquerdo passou-se e começou a fazer-me uma bolha (wtf??? devia ter trazido os Nike) e fiquei-me pelos  4.4 km. Valeu porque faltei ao meu Body Pump e Blast Dance e precisava de me mexer depois do dia de descanso. Ah, e também valeu pela vista. Ser do campo às vezes tem vantagens.



Sem comentários:

Enviar um comentário