Só a ti é que podia acontecer...

Viagem curta de carro, há cerca de três semanas e meia:

L.: Então tu tens um blog?
Eu: Pois, mas aquilo não é nada de especial, escrevo só meia dúzia de linhas. E às vezes nem tenho nada para escrever.
L.: Mas assim é que é giro, escreves coisas da vida real!
Eu: É que nem tenho paciência para escrever coisas abstractas, em textos longos.
L.: Por exemplo, gostei muito daquele post em que descreveste o teu dia, com as peripécias todas!
Eu: (a rir) Esse foi um dia muito azarado...
L.: Mas se eu não soubesse que eras tu, dizia que era o tipo de coisas que só a ti é que podia acontecer!


Comentários