sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Hum... 16 de Novembro, com último post a 2 de Setembro.

Digamos que de tempos a tempos este blog fica votado ao abandono, não por não me lembrar dele, mas por não ter nada de novo a acrescentar (ou talvez seja a inércia - deviam ver a definição simplificada que está na página em português da Wikipédia, morri a rir - do Outono).

Depois há dias que nunca mais acabam, como esta sexta-feira, em que venho ressuscitar a escrita, e em que me aproximo das 12h metida num laboratório - capricho dos "bichos" - quando só me resta uma nota de 10 euros, que obviamente não entra na máquina dos snacks.

O que vale é que me vêm trazer o jantar.

domingo, 2 de setembro de 2012

Não há férias sem:


I. Festas da terrinha do pai, com o tradicional churro de chocolate, na roulotte de sempre:





II. Viagem pela A2 a caminho do Algarve com os amigos no banco de trás, ainda que tenha sido só um fim de semana (que me valeu um par de Ipanemas novo numa loja da Oura - não resisti):





terça-feira, 7 de agosto de 2012

Adenda ao Teaser II

Se calhar já não é um calorzinho, é mais um forninho... Mas nós somos rijos e o hotel tem piscina!



quarta-feira, 18 de julho de 2012

quarta-feira, 13 de junho de 2012

Santo Antoninho



Ó meu rico Santo António, 

és um santo popular, 

na tua festa 

não falta sardinha para assar.










Para o ano há mais.

terça-feira, 12 de junho de 2012

quarta-feira, 6 de junho de 2012

quarta-feira, 30 de maio de 2012

Coisas que me aborrecem muito III


Andei um bocadinho fora das notícias e dos jornais nos últimos três dias, mas sei que têm sido publicadas vários artigos (pelo menos no Público e no SOL, que eu tenha visto) acerca de atrasos no pagamento de bolsas de doutoramento do concurso de 2011 da FCT. Isto significa que nestes dias a classe dos bolseiros tem tido alguma visibilidade (versus a nenhuma visibilidade que costumamos ter).

Já escrevi isto no FB, mas tinha que deixar aqui também registado:

Aproveito para esclarecer (especialmente as pessoas que me torcem o nariz quando digo que estou a tirar um  doutoramento - devem achar que passo o dia inteiro a ver TV, ou a passear e que depois tenho que fazer uns exames - e que me dizem "estudar ainda mais??"):

As BOLSAS são a forma de financiar o emprego científico neste país, especialmente na área das ciências exactas.

Capacitem-se que o desenvolvimento de princípios activos dos vossos medicamentos, conhecimentos sobre microrganismos, conhecimentos de mecanismos de acção e metabolismos, desenvolvimento de novos materiais, tecnologias etc, etc etc (a lista é enorme, podem ir espreitar o site do Ciência Hoje) está directamente dependente dos bolseiros.

Capacitem-se que TODOS os bolseiros têm um chefe (a maioria com feitio especial), que têm que trabalhar (tipo mexer em aparelhos e fazer experiências e coisas assim, estão a ver?) e que a grande maioria não tem horário das 9 às 17h com 1h30 de almoço. A grande maioria tem normalmente um horário aceitável de entrada e não tem hora de saída (mas ao menos trabalha no que gosta).

O bolseiro de investigação é um ser que não só faz investigação como encomenda coisas, troca lâmpadas se preciso for, carrega caixotes, faz uma perninha a reparar aparelhos e é um verdadeiro handy-(wo)man.

O bolseiro trabalha a sério e não tem regime de segurança social, não tem direito a subsídio de desemprego e nem tem direito a um contrato de trabalho como deve ser.

Por isso pessoas, pensem duas vezes antes de me torcer o nariz quando vos digo que estou a tirar um doutoramento com uma bolsa!

Coisas que me aborrecem muito II

Pessoas que dão erros ortográficos, que usam mal os tempos verbais e que não distinguem "à" de "há" e por isso escrevem "á" (até me arrepiei toda!).

Pessoas, de uma vez por todas:

Não há (existe) a palavra "á" em português. ESTAMOS ENTENDIDOS?


A palavra "à" é a contracção da preposição "a" com o artigo definido "a".

 Em relação ao verbo haver, os significados com que é utilizado com mais frequência são existir, acontecer, passar ("há muito tempo", "há dois anos", coisas assim).

Chiça, informem-se, não sejam calhaus e façam uso do que vos ensinaram na escola primária e no 2º ciclo!

E se há coisa que me irrita solenemente são pessoas que (i) se vangloriam de dar aulas e de ser professores de ensino básico e depois dão erros deste calibre em posts do FB e afins, e (ii) pessoas que têm uma educação ao nível de ensino secundário/ensino superior e que se gabam de ler muito (e mesmo a ler não aprendem a escrever como deve ser)!!!


 E foi por um niquinho que não me cheguei ao pé da senhora da caixa registadora ali no Pingo Doce e lhe disse "olhe, desculpe, mas manjerico é com "j", não com "g". Uma pesquisa rápida no Google tinha-lhe dito isso!". Estive para levar um a 0.99€, mas o que eu queria mesmo era um manjerico...

terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

Estou de costas para a tv e acabei de ouvir o Granger a proferir a seguinte frase: "quem é que vai levar um grande pontapé no tutu?"

m-e-d-o.

Só não mudei de canal porque o comando está meeeeesmo longe.

Actualizei o template assim:


True Story

Wishlist #1

Falta cerca de um mês. Não peço sapatos, nem malas (os livros já se sabe que são sempre bem-vindos) mas uma destas duas coisas fazia-me feliz:



quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

ora acontece...

que tenho uma conta no StatCounter (não se preocupem, continuo sem saber quem vocês são). E repetidamente vêm cá ter pessoas por causa deste post. Não quero que cá venham cá enganados, por isso já tratei de mudar o nome do dito cujo.

You're welcome.

domingo, 29 de janeiro de 2012

Parafilm (R)

Estar na cozinha, entender a mão e ter lá um rolo destes. É só o que me falta.



quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Olá Janeiro de 2012

Janeiro de 2012 está a ser um belo mês... carro chumbado na inspecção, real-time PCR empancado, dores nos ombros, dor matinal no joelho (com quase 26 já estou com o pé para a cova, está-se mesmo a ver), estado constante de obstrução nasal (bem-vinda sinusite!) e semi-privação de sono (graças aos horários estrambólicos da gata).

Fevereiro chega depressa (e com umas rectas de calibração para o real-time fofinhas, pode ser)

terça-feira, 3 de janeiro de 2012

.2012

3 de Janeiro. 

Por esta altura já 3/4 da blogosfera fez o balanço do seu 2011 e anunciou o que deseja para 2012.

Aqui não faço balanço. O que se passou de importante foi sendo relatado (ainda que esporadicamente) por aqui. O histórico está ali do lado direito.

Podia dizer que fui feliz em 2011 e que espero que 2012 possa ser tão ou mais feliz... no entanto não vivo em estado permanente de felicidade e acho sempre que se pode aspirar a mais para alcançar realização pessoal ou profissional. 2011 teve momentos muito bons. MESMO. E teve momentos maus.

Espera-se que em 2012 a balança penda mais para o lado dos momentos bons.

Feliz 2012.



*eu entrei no ano novo assim. Espero que vocês também